Arquivo | outubro, 2010

IO MI VOGLIO PASTORE – Giuseppe Cugusi

31 out


SEMPRE UMA HOMENAGEM AOS VALOROSOS PASTORES SARDOS
Enviado Por FRANCO SCANU – SARDEGNA
editado por : SSTM – Lucinha Dettori – Brasil

IO MI VOGLIO PASTORE – Giuseppe Cugusi

UM BELO VÍDEO SOBRE o orgulho de um pastor da Sardenha, GIUSEPPE CUGUSI, diante da burocracia que não reconhecem sequer a dignidade de seu pastor. É também a história desse um brilhante inventor de um novos queijos pecorino, ao Mirto e ao tomio.

versão italiana:
l’orgoglio di un pastore Sardo cui la burocrazia non riconosce nemmeno la dignità del nome di pastore. E’ anche la storia di un geniale inventore di nuovi formaggi come il pecorino al mirto e al timo.

PER TUTTI AMICI DE SARDEGNA SA TERRA MIA

29 out

BUON GIORNO A TE :
DI LUCINHA DETTORI- BRASILE

ODE SOBRE O TRABALHO DOS PASTORES: HOMENAGEM DO POETA SARDO :CRISTOFORO PADDU

28 out


Una homenagem do Blog  Sardegna Sa terra Mia, em solidariedade à luta dos Pastores  da Sardenha

DE SEU LIVRO DE POESIAS  ” DE AMORES”

POR SSTM – Brasil -Lucinha Dettori

ODE A SU TRABALLU DE SU PASTORE

Su pastore

at irruatadu,

ispredighinadu,

cunzadu

sas tancas de peleas.

At murtu sicagna,

ingullidu miséria

e maleitu sas istajones

chi fitianas

li sinzan sas carres

cun dies chentza rendha.

Su pastore

no at peràulas

de intregare a sos bentos:

su mudìmine ‘e sempre

l’at acorriadu su coro!

E puru -reberde-

at sighidu chentza pasu

in camineras de traschia

sos tràvigos illacanados

ifatu a s’ama,

mischiendhe sàmbene e suore,

pro atatare custa Terra

ue no atichin sas isperas,

ue sos Deos

an pérdidu s’atza

e su corazu ‘e bardaneris,

ue sos muitzos lacajos

an dantzadu in sas intragnas

de una Sardigna chentza podere

sa callabbia de aficos foranos.

-E nachi in Teulada

si sestat sa paghe!

in Otana

bi rebudhit traballu!

sas rocas nudas

las mudat su tzimentu!-

Ma su pastore

est traballu ‘e unu pòpulu,

apeutadu, mai bìnchidu!

TRADUÇÃO EM ITALAINO:

(Il pastore ha tagliato rovi, spietrato e delimitato i tancati con fatica. Ha munto siccità, ingoiato miseria e maledetto le stagioni che con assiduità gli hanno segnato il fisico con giorni senza rendita.  Il pastore non ha parole da consegnare ai venti: il silenzio di sempre gli ha indurito il cuore! Eppure -ribelle- ha proseguito senza riposo in sentieri di tempesta lo sconfinato andare appresso al gregge, mischiando sangue e sudore, per alimentare questa Terra dove non attecchiscono le speranze e le Divinità hanno perso l’audacia e il coraggio di bardaneris, dove i furbi lacchè hanno danzato nell’anima di una Sardegna senza potere con l’arroganza di speranze forestiere. –E dicono che in Teulada si disegna la pace! in Ottana vi germoglia lavoro! Le rocce nude le trasforma il cemento!– Ma il pastore è lavoro di un popolo, calpestato, mai sottomesso!

ARITZO: EMPREENDEDORISMO NA SAZONALIDADE : UMA SOLUÇÃO PARA A INDÚSTRIA SEM CHAMINÉ DA SARDEGNA

26 out


Por Blog Sardegna Sa Terra Mia em português.

Edição:Lucinha Dettori

Aritzo é uma das estâncias de região turística de  montanhas mais importante da Sardenha.

Apenas complemento o  artigo do post abaixo :

Localizada a oitocentos metros de altitude, vem se afirmando, não apenas pela sua bucólica e  deslumbrante beleza natural,  mas principalmente pelo aumento considerável do turismo  receptivo.

A cada ano, pessoas vindas  de outras regiões  Sardegna e de algumas  partes da Europa, se  hospedam em Aritzo  durante o inverno  para a  prática do  esqui nas pistas das proximidades de Fonni Desulo.

Por este motivo não podemos  deixar de ressaltar o notável  espírito empreendedor de todos os Aritzes, na maximização do potencial turísticas disponível da região, como no caso acima citado, bem como aliando a estes, a realização de  eventos como a   “Festa da Castanha”, por  ocasião da abundante safra deste produto em toda a região no outono invernal.

Isto  vale dizer que, para os Aritzes o  problema do  incremento do turismo nos  períodos de sazonalidade, que tem sido o vilão da indústria sem chaminé ou  industria do turismo, não existe, como podemos comprovar no artigo de Cristoforo Paddu na Tuttus in Pari, em nosso  post abaixo.

Parabéns a todos Aritzes  do Blog  Sardegna Sa Terra Mia em português, por esta iniciativa , que  seguramente pode servir de exemplo a ser seguido por todas as demais regiões da ilha.

 

 

 

 

DOS FESTIVAIS DE OUTONO NA SARDEGNA: OS ENCONTROS DE ARITZO E DESULO

25 out


Scritto da: Tottus in Pari

di Cristoforo Puddu

Reedição em português: SSTM : Lucinha Dettori

Os festivais de outono-Sardenha após a “adulteração” do turismo de verão e, muitas vezes sem uma identidade territorial , reconquistam sua a própria dimensão territorial, e têm como personagens  Aritzo, estância de montanha cênica com grandes florestas naturais e Desulo, uma antiga cidade com sua arquitetura característica Montanhesa. O compromisso é com a tradicional Festa da Castanha  em Aritzo que será realizado de 29 a 31 Outubro 2010.

O programa do evento inclui, além da degustação de produtos típicos locais e sazonais, apresentações musicais, desfiles de moda tradicionais e exposições dedicado ao artesanato artístico dos baús com tampas esculpidos.

Uma exposição especial será uma mostra  “és Bruxas”, bruxaria e magia na Sardenha entre os séculos XV e XVII.

No entanto o encontro dos vinte anos da enogastronomia de Produtos Montanhês de  Desulo, será realizada, de  30 outubro a 1º novembro de 2010 sob a genuína  bandeira  promocional de Nuoro e a valorização do artesanato tradicional.

Em 01 de novembro Desulo comemorará o seu maior poeta Antioco Casula Montanaru, com  a premiação aos  autores vencedores do Prêmio Literário dedicado a êle e agora em sua edição XIX. O evento desulese também comemora a  Conferência Regional sobre a montanha, com o objetivo de incentivar uma discussão sobre as perspectivas de desenvolvimento das zonas de montanha. Aritzo Desulo, sempre estão unidos por uma tradição produtiva em um território generosos e pleno de recursos humanos e naturais.