Arquivo | fevereiro, 2011

FESTIVAIS POPULARES: A HORA E A VEZ DO CARNAVALE NA ITALIA E NA SARDENGNA

27 fev

Mascaras típicas do Carnaval de Veneza

Fontes: De Paola Loi, Guia Turístico da Sardenha Licenciado

Marta Bakriian – http://goitaly.about.com/

Por SSTM – em português

Edição Lucinha Dettori

COLABRAÇÃO ESPECIAL DE PESQUISAS DE VIDEOS :

correspondente in Sardegna :

Scanu Gianfranco
Caros amigos.
Como estamos em pleno período de carnaval, quero falar um pouco sobre a origem do Carnevale ou carnaval na terra de nossos antepassados  e como ele é comemorado em especial na Sardegna.  Bakriian Martha, uma guia do About.com , nos da algumas definições do que é Carnevale e como é comemorado na Itália.
Qual é Carnevale?
Carnevale, também conhecido como carnaval ou carnaval, é comemorado em Itália e em muitos lugares ao redor do mundo 40 dias antes da Páscoa, uma festa de final antes da quarta feira de cinzas e as restrições da Quaresma.
Como é comemorado o carnaval na Itália?
Carnevale em Itália é um grande festival de inverno comemorado com desfiles, bailes de máscaras, música, entretenimento e festas. Crianças jogam confetes uns nos outros. Travessura e brincadeiras também são comuns durante Carnevale, daí a dizer Um Ogni Carnevale Scherzo Vale , vale tudo no carnaval.
Carnevale tem raízes nas festas pagãs e tradições, como é freqüentemente o caso com festas tradicionais, foi adaptado para encaixar nos rituais católicos. Embora o carnaval seja realmente em uma data, em Veneza e em alguns outros lugares e da Itália as celebrações de carnaval e festas pode começar algumas semanas antes.
Máscaras, Maschere, é uma parte importante do carnevale festival de Veneza e é a melhor cidade para máscaras de carnaval tradicional.
Máscaras de carnaval são vendidas durante todo o ano e podem ser encontrados em muitas lojas em Veneza, que vão desde a elaboração de máscaras baratas e máscaras caro.
Andando pelas ruas de Veneza, é um prazer ver a variedade de máscaras em exposição nas vitrines das lojas. Pessoas também usam roupas elaboradas para o festival e há bailes à fantasia ou de máscaras, tanto privadas como públicas.
Data  do Carnevale
A data de 2011 para o Carnaval é 08 de março, mas as celebrações em Veneza e em muitas partes da Itália começam em fevereiro.

Carnevale:  Festivais na Sardenha

Sa Sartiglia em Oristano

È o carnaval que acontece em Oristano é muito original e interessante, já que foi uma corrida de cavalos chamada La Sartiglia durante séculos.  A Sartiglia é organizada a cada ano por dois diferentes guildas (antiga corporações medievais), o Grêmio dei Contadini ou di San Giovanni Battista e do Grêmio dei Falegnami ou di San Giuseppe.

La Sartiglia é uma espécie de Torneio Medieval com cavaleiros vestindo trajes fabulosos e branca máscaras andróginas.

As pessoas mais importantes na Sartiglia são os Componidori. Eles são os líderes dos cavaleiros.

Os cavaleiros montam lindos cavalos enfeitados com flores ecoccarde (flores coloridas em tecido). Todos os cavaleiros são escolhidos e selecionados por sua capacidade por um líder cavaleiro chamado Su Componidori . Eles todos têm que correr e pegar com as suas espadas, enquanto galopam rapidamente em direção a uma estrela de prata pendurada na frente do Duomo, recolhendo-as com suas lanças, no centro histórico da cidade de Oristano.

Cada grêmio tem um Componidori, eleito com uma missa solene no dia 2 de fevereiro (Candelora – o dia da bênção da vela). No final, o sacerdote abençoa as velas para os cavaleiros que vão aderir à Sartiglia.

No Dia de La Sartiglia Componidori cada um grêmio (que há dois) é vestido em um palco por mulheres, o massaieddas e, neste momento, chamado La Vestizione, é muito importante. No final de cada la Vestizione Componidori serão ajudados a se sentar em seu cavalo e a partir desse momento ele não pode tocar o chão com os pés até o final do torneio. ) (todo o ritual em video acima)

Componidori agora se tornou um Deus ou Semidio. Ele vai levar um  feixe  de flores (Pervinca e mammole) verde e roxo chamado Sa pippia de Maiu (La bambina di Maggio, que simboliza a Primavera). Ele vai abençoar o povo e da cidade no início da Raça Sartiglia com Sa pippia de Maiu.

No final da Sartiglia antes de escurecer, os cavaleiros irão realizar a chamada Pariglie que são realmente difíceis acrobacias sobre cavalos. O pariglie acontece na Via Mazzini.

O Sartiglia acontece duas vezes, no domingo antes de terça ou carnevale carnaval e na terça de carnaval. Acredita-se que as quanto mais estrelas são capturadas nas Sartiglias, melhor será a colheita e é considerado um bom presságio!

http://goitaly.about.com/

RECEITA DA SEMANA: BACCALA’ DA TRATTORIA DI MARE… CHEF PIERO CAREDDU –

25 fev

COZINHA POR SUBTRAÇÃO
CHEF PIERO CAREDDU –
FONTE: BLOG TARIBARI http://www.taribari.org/taribari/?p=1094
PER SSTM – BRASIL
EDIÇÃO EM PORTUGUÊS – LUCINHA DETTORI
Alguém de vez enquanto me pergunta, sem me fazer entender que se trata de um elogio ou um defeito, que a minha cozinha e muito fácil de executar. Afirmo que é verdade que eu considero um grande cumprimento, aproveito pra salientar, sem me dar ar de pioneirismo, que inicie este trabalho de leveza e simplificação, aquilo que teorizam alguns grandes nomes, pelo menos há uns quinze anos atrás!  Eu eliminei dos meus pratos, das, minhas receitas, das minhas buscas, do meu gosto pessoal todos os inúteis enfeites e tecniquismo exagerados que devastam a grande cozinha a há  mais de dois séculos.
Por isto hoje, quando penso a um prato, quando uma matéria prima me sugere uma mova idéia, quando eu tenho uma visão gastronômica,   a primeiro  coisa que eu imagino a nova preparação terminada: procuro sentir os sabores na mente e depois  coloco como objetivo principal, retirar para fora, o máximo de sabores primários, claros, nítidos e distinguíveis.
Um trabalho de subtração di ingredientes técnicos, passos e tempo de cozimentos, normalmente o tempo de preparaçõa de um prato meu, oscila entre os quinze minutos e meia hora. Com este que quero passar para vocês agora:
Sopa de bacalhau com batatas perfumadas com hortelã.
Como preparar esta sopa de bacalhau com batatas perfumadas com hortelã.
(Para 6 pessoas com um bom apetite)
  • – Começar a dessalinizar 1, 200 kg de bacalhau por 48 horas trocando a água muitas vezes
  • – Passe para a mesa de mistura de 1 kg de tomates da alta qualidade
  • 2 dentes de alho
  • Uma cebola
  • Pimenta vermelha
  • Um raminho de manjericão.
  • Salsa
  • 3 colheres de sopa de azeite e colocar tudo para cozinhar em uma panela      grande com lados altos.
MODO DE PREPARO
– Descasque e corte em fatias 6 batatas médias e junte-se a mistura e cozinhe com meio copo de água. Tampe e deixe em fogo baixo por 20 minutos.
  • – Corte o bacalhau em pedaços médios e adicione o restante da preparação com sal. Após cozido e fora do fogo, adicionar um ramo de hortelã fresca e deixe repousar por meia hora.
Até aproxima vez! – Bom apetite a todos e até a próxima semana com mais uma simples e saborosa do CHEF PIERO CAREDDU, diretamente da Sardegna..

MAR, TRABALHO E PAIXÃO NA SARDENHA CENTRAL

24 fev

LINDA E EMOCIONANTE VIAGEM PELA SARDEGNA CENTRAL A PROCURA DA IDENTIDADE DE SUA GENTE…

UMA COLABORAÇÃO DE  “SARDENGNA IN ALLEGRIA”  UMA DAS MELHORES PAGINAS DA REDE SOCIAL  FACEBOOK  DE  GRUPOS DE AMIGOS SARDOS  ORGANIZADO DA CIDADE DE CAGLIARI, QUE TEM COMO OBJETIVO PRINCIPAL,  DIVULGAR AS BELEZAS E A CULTURA MILENAR DE  NOSSOS ANCESTRAIS  SARDOS. –

NA DEFINIÇÃO DE  MARCO SPANU   “sardegna in allegria” representa e é sinônimo de  tudo quanto amamos nesta terra explendida … mesmo que  privada de grandes reservas econômicas… mesmo que privada de grandes indústrias, mesmo que privada de tantas outras coisas materiais …é  dotata de pessoas com um coração imenso…”

COORDENADOR E CRIADOR DO GRUPO:

MARCO SPANU –

GRANDE AMIGO E PARTICIPANTE ATIVO DO GRUPO  SARDEGAN SA TERRA MIA EM PORTUGUÊS/BRASIL


EDIÇÃO: LUCINHA DETORRI

POESIA ‘ STABAT MATER ‘ DO GRANDE POETA SARDO CAGLIARITANO GIANNI MASCIA – In omaggio a tutti le mamme nella limba Sarda.

23 fev

O Blog  Sardegna Sa Terra Mia em porturguê  tem a grata satisfação de reeditar a  belíssima poesia do grande amigo poeta e escritor Gianni Mascia.

Edição SSTM

Po Lucinha Dettori

Di Gianni Mascia -Sardegna

representação feita pelo pintor Ferdinando Sanna.

raffigurazione fatta dal pittore Ferdinando Sanna.

Stabat Mater

Stava Maria, Mater addolorada,a Gaza.

Tristezza nelle viscere,pietre nel cuore,

nelle penombre di vespro che s’arrossano,

come carne insanguinata,appena martoriata,

nell’ora d’un segno di croce,a denti stretti,

senza preghiere e senza nemmeno un sospiro,

né una stilla d’acqua santa a benedire

l’ultimo momento,l’ultimo canto funebre.

Stava Maria,madre di dolore,a Gaza.

Ribolle la terra nel vuoto del nulla,

mentre lontano rimbomba feroce la voce

del fragore di mura in caduta,sbrecciate,

che suonano nei sogni di polvere malvagia,

di notti che repentine rotolano nelle rovine,

nel singhiozzare del pianto di un bimbo ferito

che beve le lacrime salate dell’amarezza,

che piovono come un fiume d’Inverno,tsunami,

dalla bocca spalancata del cielo gonfio,grigio,

color di Piombo Fuso,che vomita l’anima

nei suoni dell’abbandono e della disamistade

che sono la sinfonia dell’odio e della tirannia.

Stava Maria,Mater addolorada,a Gaza…

Era lì,a Gaza,stava a Kabul,in Sierra Leone,

in ogni dove e in ogni quando riluca il dolore,

in ogni dove e in ogni quando alberghi la follia

e l’uomo si strafoga di quel sangue innocente

consolato solo dal canto di labbra di luna.

Stabat Mater in limba sarda

Istaiat  Maria, mater addolorada, in Gaza.

Tristura in sas intrànnias,pedras  in su coro,

in is arressolis de vìspera chi s’arrubiant,

che carri insambenada apenas stochigiada,

in s’ora de si fàiri sa gruxi,cun sa buca siddia,

chentza de pregadorias e chentza de unu sùlidu,

chentza de unu stìddiu de abba santa a benedixi

s’ùrtimu momentu,s’ùrtimu attitidu acorau.

Istaiat Maria, mater  addolorada, in Gaza.

Abrubuddat sa terra in su bùidu de su nudda,

mentras aillargu arretumbat illuegu sa boxi

de su tronai de arregiolas sperrumadas

chi sonant in is bisus de pruini de sa malidadi,

de is notis chi nd’arruint  in pressi in is ruinas,

in su prantu assunconau de unu pitzinnu fertu

chi bibet sas làgrimas de s’amargura, salidas,

chi proint che unu frùmini in s’ierru,tsunami,

de sa buca sparrancada de su celu unfradu,

murru,a colori de prumu,chi ndi torrat s’ànima

in sonos de disamparu,in sonos de disamistade

chi sunt sa sinfonia de sa tìrria e de sa tirannia.

Istaiat Maria, mater addolorada, in Gaza…

Istaiat in Gaza, istaiat in Betlemme, in Hebron,

istaiat in Baghdad, istaiat in Kabul,in Sierra Leone,

in cada candu e in cada aundi lughet su dolore,

in cada candu e in cada aundi lughet  locura

e s’òmini  s’abuddat,de sàmbene innotzente,

arrelantzadu dae su cantu de laras de luna.

PROJETO TARIBARI: COMIDA-VINHO E LAZER UM MODO DIFERENTE DE CURTIR AS BOAS COISAS DA VIDA. está parceria vai dar liga…

18 fev

Sardegna Sa Terra Mia, tem a grata satisfação de anunciar mais uma bela parceria com um grande Chef da gastronomia Sarda. PIERO CAREDDDU.

EDIÇÃO: SSTM IN PORTUGESE
POR: LUCINHA DETTORI
FONTE:: http://www.taribar.org

APRESENTAÇÃO DO PROJETO:
O QUE É E QUEM SÃO OS RESPONSÁVEIS POR ESTE PROJETO ENGENHOSO, DIFERENTE E CRIATIVO
que de agora em diante estará sempre nos trazendo deliciosas e fáceis receitas da gastronomia Sarda.

QUE É TARIBARI… Taribari era uma taberna parisiense referência nos vários livros de Joseph Roth, onde se reuniam  os russos exilados que fugiam da perseguição da polícia czarista. Ali  eles encontravam , além do aconchego entre os seus, uma refeição quente a qualquer hora do dia e noite e um relógio quebrado que assinalava sempre a mesma hora, come se tivesse parado no tempo…

Taribari é uma utopia doce onde todos os seres humanos são capazes de ir além do conceito de que o consumo de alimento é sobrevivência…

Taribari então virou um projeto, e uma idéia de ver e de e de apreciar de forma diferente as coisas boas da vida e do lazer.


Taribari é Barbara Vargas é especialista em comida e vinho de turismo, ao gosto de mãe.

Taribari é Antonio Canu, um jornalista, um especialista em música, provador.

Taribari é Piero Careddu , chefe de cozinha, restaurante, escritor de vinho e cozinha , grupo este, que s

Taribari se tornou um projeto e um Blog com o  objetivo principal de interagir com pessoas que queiram enviar relatório de suas experiências em restaurantes, a descoberta de um novo vinho, memória que estão morrendo. Vamos oferecer degustações, reuniões, receitas, novas e velhas… Então vamos lá…

APERITIVO FRITTELLE CARCIOFI
FRITTELLE SALATE DI CARCIOFI SARDI SPINOSI IN PASTELLA

BOLINHOS DE ALCACHOFRA SALGADOS SPINOSA SARDAS NA MASSA.

É importante, mesmo vital, para dividir os momentos da vida com as pessoas as quais amamos com uma garrafa de borbulhante e nos entreter.

Pode ser um cocktail improvisado, pode ser um lanche na tarde de sábado antes de ir ao cinema.
Enquanto isso devemos deixar de lado a angústia de fazer bagunça e com o cheiro da fritura impregnado em casa.

Qual será?

Então retirem da geladeira três ou quatro alcachofras espinhosas da Sardenha, limpo e divida-o quatro seções.

Passe-os na panela quente com um pouco de azeite, um dente de alho e sal em grãos, até queimar um pouco.Deixe esfriar enquanto você prepara uma massa de farinha e sêmola de vinho espumante seco com sal e pimenta.

Coloque as alcachofras em um espeto de madeira, mergulhá-los na massa grossa e fria (pelo menos uma hora na geladeira).

Frite em óleo quente e abundância.

Coma quente com o vinho certo, fale sobre coisas boas, esqueça por um tempo “os problemas as tristezas da vida cotidiana e este mundo um pouco” sujo!

Até a próximo vez!