Sardenha, além do idioma italiano , que é a língua oficial, ela tem uma grande variedade de línguas faladas e distribuídas em diferentes áreas da ilha.

11 jan

Di Marco Sini
 Correspondente de Carbonia
Para – SSTM – em porttugês – BrasilMACO SINI
Por Lucinha Dettori
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MAPA SARDEGNA • Na zona norte, em La Maddalena, na Gallura, na área de Sassari e na área costeira de Anglona, você fala a Gallura e Sassarese, caracterizada por influências italianas e toscana  que remontam já ao predomínio de Pisa e Génova no século  XII-XIV da imigração massiva da Córsega.

 • Na cidade de Alghero  o catalão resiste, a última faixa do domínio catalão-aragonês na Sardenha , quando a cidade ainda era uma fortaleza.

 • Já em Carloforte e Calasetta Tabarchino é falado, um dialeto de origem da Ligúria e derivado de uma colônia de Pegli proveniente da ilha de Tabarca.

 • No resto da ilha falam a língua da Sardenha, com duas variedades principais: logudorese (tradicionalmente mais conservadora do que a América), no norte e campidanese (mais aberta a influências externas, especialmente em fonética), no sul de ‘ilha.

 O logudorese é subdividida em três principais sub-variedades:

 1. logudorese fronteiras do norte da Gallura;

2. logudorese comum no centro-oeste;

3. logudorese Nuorese ou Barbaricino (na área Central e Oriental), que muitos consideram autónoma pela  arcaicità.

————————————————————————————————————–

Texto originale.

La Sardegna, oltre all’italiano, che è la lingua ufficiale, presenta una notevole varietà di parlate distribuite nelle diverse aree dell’isola.
· Nell’area settentrionale, ne La Maddalena, nella Gallura, nella zona di Sassari e nella zona costiera dell’Anglona, si parlano il sassarese e il gallurese caratterizzati da influssi italiani e toscani risalenti già al predominio pisano e genovese nei secoli XII-XIV e a una massiccia immigrazione dalla Corsica.
· Nella città di Alghero resiste il catalano, ultima traccia della dominazione catalano-aragonese in Sardegna della quale la cittadina era un caposaldo.
· A Carloforte e Calasetta si parla il tabarchino, dialetto di origine ligure e derivante da una colonia di Pegli procedenti dall’isola di Tabarca.
· Nel resto dell’isola si parla la lingua sarda con le due principali varietà: il logudorese (più tradizionalmente conservativo rispetto al latino) nell’area settentrionale e il campidanese (più aperto agli influssi esterni, soprattutto a livello fonetico) nel sud dell’isola.
Il logudorese si suddivide poi in tre principali sub-varietà:
1. logudorese settentrionale che sconfina nella Gallura;
2. logudorese comune nella zona centro occidentale;
3. logudorese nuorese o barbaricino (nell’area centro orientale) che in molti considerano autonomo per la spiccata arcaicità.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: