Arquivo | Cultura,músicas e folclore Sardo RSS feed for this section

A SOCIEDADE MATRIARCAL NA SARDENHA

23 ago

FONTE: Pietro Meleddu. – Sorgono

Por SSTM – em português – Brsil

Por Lucinha Dettori

A SOCIEDADE MATRIARCAL.
Na Sardenha, tanto pela necessidade como pela cultura e pela tradição, a mulher sempre desempenhou um papel muito importante, indispensável (e para a sociedade agrária pastoral, e especialmente na família).

O homem, um fazendeiro, um pastor, uma barganha? Bem, a mulher de cada uma dessas “figuras” era: mãe “filha”, esposa, administrador, educadora, cozinheira, lavadeira, costureira, bordadeira, artesã, padeira, cuida da horta, cuidadora, enfermeira, e depois cuidava dos idosos Pais, dos  animais de estimação, da de beber água da fonte, cuidar das relações sociais … etc.

Seu papel  de comando, decisão, mas suor, tornou a mulher sarda, forte e autoritária … nessas entrevistas de alguns minutos ….. uma idéia …

——————————————————————————————————

Pietro Meleddu compartilhou o vídeo de Sardegna: Archeologia, Storia e Cultura.
7 h ·
LA SOCIETA’ MATRIARCALE.
In Sardegna, sia per necessità, sia per cultura, sia per tradizione, la donna da sempre, rivestiva, un ruolo importantissimo, indispensabile nella (e per la) società agro pastorale, e soprattutto nella famiglia.

L’uomo, era un contadino?, un pastore?, un bracciante? bene, la donna di ognuna di queste “figure” era: ‘figlia’ madre, moglie, amministratrice, educatrice, cuoca, lavandaia, sarta, ricamatrice, artigiana, panettiera, ortolana, badante, infermiera, e poi, si prendeva cura degli anziani genitori, accudiva gli animali domestici, portava l’acqua dalle sorgenti, curava i rapporti sociali…ecc..

Un ruolo, il suo, di comando, decisionale, ma sudato, che ne faceva una donna dal carattere forte e autoritario…. in queste interviste di pochi minuti…..un idea…

 

 

Anúncios

OS CANDELABROS DE SASSARI

11 ago

http://www.sardegnadigitallibrary.it/index.php?xsl=2436&id=186978

Edição : Blog Sardegnaterramia em Português – Brasil 

Por Lucinha Dettori

Descrição: De origem medieval, é a festa mais querida dos Sassaresi. Os componentes da antiga corporação, se vestem nos trajes espanholescos portando em procissão pesados mastros em cera, fazendo-os quase dançar. 

—————————————————————————————————————————-

Descrizione: Di origine medioevale, è la festa più sentita dai sassaresi, i componenti delle antiche corporazioni, nei tradizionali costumi spagnoleschi portano in processione pesanti ceri, facendoli quasi danzare.

 

CORAÇÃO ABERTO E CORAJOSO- ESTE É ENZO FAVATA O MAIOR JAZZISTA DA SARDENHA

3 fev

fonte: Alghero channel
Por -SSTM – Brasile 
Edição – Lucinha Dettori
 
enzo favata
 
Caros leitores amigos,
Inicio este artigo, com um pedido. Em 1988 conheci Enzo Favata e sua banda, quando em uma turnê no Brasil, onde Belo Horizonte teve o privilégio de estar na lista de suas apresentações. Nesse vídeo abaixo, vocês poderão conhecer de perto, um pouco da fantástica trajetória da carreira de Enzo.  Em Minas ,  seu  extremo profissionalismo e talento, encantou e ainda emociona os mineiros com seus frequentes show. Sempre para uma plateia seleta de pessoas amantes do Jaz e da musica instrumental.
 
Enzo não esconde sua paixão pelo Brasil e o que é recíproco em termos de publico que cresce a cada dia e que amam a sua musica. Podemos ver este carinho, em especial com Belo Horizonte, no vídeo abaixo, em entrevista a um canal de televisão em Alghero. Está é uma das mais belas cidades que eu conheci, terra esta, onde nasceu meu bisavó Nicolò Dettori. 
 

http://www.algherochannel.org/#!blank/gbu39

 O objetivo da banda nestes momentos e o de encontrar patrocinadores a altura dos espetáculos idealizados por Enzo Favata juntamente com seus fabulosos e internacionalmente conhecido músicos, para uma turnê no Brasil ainda este ano.  Para ver um dos projetos de Enzo e sua banda, clik no link abaixo .
https://sardegnaterramia.wordpress.com/2015/05/08/o-consulado-da-italia-apresenta-enzo-favata-quartet-13-de-maio-as-21-horas-no-palacio-das-artes/
————————————————————————————Amici cari lettori,
Comincio questo articolo con una richiesta. Nel 1988 ho incontrato Enzo Favata e la sua band durante in tour in Brasile, dove Belo Horizonte ha avuto il privilegio di essere sulla lista delle vostre presentazioni. In questo video qui sotto, potrete conoscere da vicino, alcune delle fantastica traiettoria della carriera di Enzo. A Minas, la loro estrema professionalità e talento, incantato e eccita ancora i Mineiros con i sue frequente Show. Sempre per un pubblico selezionato che ama il Jaz e musica strumentale.Enzo non nasconde la sua passione per il Brasile e ciò che è reciproco in termini di pubblico che cresce ogni giorno e ci piace la loro musica. Possiamo vedere questo affetto, soprattutto o Belo Horizonte, nel video qui sotto, in un’intervista a un canale televisivo in Sardegna, Questa é una delle città piu bela della Sardenha che ho conosciuto e, la terra di mio bisnonno Nicolò dettori. 

http: // http: //www.algherochannel.org/# bianco / gbu39

Lo scopo della band in questo momento e di trovare gli sponsor all’altezza delle prestazioni di Enzo Favata idealizzate insieme ai suoi musicisti favolosi e di fama internazionale, per una visita in Brasile alla fine di quest’anno. Per vedere uno dei progetti di Enzo e la sua band, clik sul link qui sotto.
https://sardegnaterramia.wordpress.com/2015/05/08/o-consulado-da-italia-apresenta-enzo-favata-quartet-13-de-maio-as-21-horas-no-palacio-das-artes/

 

 
 

CiciPeis – Um pintor Sardo que nasceu com a genialidade e o dom para ser um grande artista.

16 jan

Caros amigos,
O Blog Sardegna  Sa Terra Mia em Português, tem como objetivo divulgar não apenas a cultura e a história da Sardegna, mas também colocar em evidencia as próprias cidades e seus personagens locais. Assim o Blog  procura fazer conhecer as  próprias raízes dos  descendentes dos  dos 6.013  sardos que  emigraram para o Brasil no século XIX, em busca de uma perspectiva de vida melhor.
Em Minas Gerais chegaram menos de 500 oriundos da Sardegna, que, como meus avós paternos Sassareses optaram  por esta região também do sudeste brasileiro, onde tiveram a sorte de encontrar, um povo de cultura campesina, acolhedor, cordial e com o mesmo  caráter  introvertido dos Sardos. 
Hoje quero apresentar CICI PEIS, um pintor que fui buscar  na maravilhosa cidade de Guspini, uma comuna italiana da região da Sardenha, província de Cagliari, que ama retratar  a terra e a sua gente, em fim, as   suas prprias  raízes.
Tudo começou a pouco tempo, quando vi algumas de suas pinturas  e me e encantei com o seu  jeito meio Naif de ser, pintura, que amo de paixão por diferir da arte rigidamente acadêmica, intelectualizada que não possui a   ingenuidade  dos que pintam com a alma, como é o caso deste artista que lhes apresento e  que nasceu com a genialidade e o dom para ser um  artista.
Esta   genialidade, podemos identificar em diversas obras di Cici Peis, como características dos notáveis e grandes pintores, em particular da primeira fase do modernismo no Brasil, como da nossa fabulosa Tarsila do Amaral e muitos outros do mesmo movimento vanguardista.
Bem, esta é apenas a opinião de uma pessoa não muito erudita na materia, que gosta  apenas de apreciar a bela Arte  da pintura, sem nenhuma pretensão de fazer qualquer tipo de comentário técnica, motivo pelo qual  quero sugerir  este  link http://www.medialabsonline.com/file/cici_peis_la_mia_sardegna_web.pdf   onde é ossivel ler alguns comentários criticos sobe a arte di Cici Peis, publicadas pelos criticos italianos  da arte  da pintura,   renomados como    Alba Patanè , nascida na Cidade de Rieti  da Região de lácio,  com a qual,  compartilho a mesma  opinião sobre Ceci Peis. Transcrevo um pequeno trecho de seu comentário critico  abaixo:
“….Sua pintura se preocupa com a vida e a natureza. Seus pastores, seus  Agricultores, pescadores e garimpeiros, que irradiam força, a força da realidade a estimular sensações, envolvendo o espectador em memórias de momentos de suas vidas na juventude….Cici é a prova de que você pode ser um  verdadeiro mestre, mesmo sendo um  autodidata….”
Edição:  Blog SSTM em português – Brasil 
Por Lucinha Dettori
                           www.guspini.net – uma bela vista panorâmica da cidade onde nasceu Ceci Peis – Guspini 
Cidade                                                         
Cicipeis
  
“CiciPeis por CiciPeis:
” Guspinese de nascimento, mas vivo a anos em  Alghero. Pintor por paixão,  autodidata, otimista, eu gosto, é um pouco estranho dizer, de tudo que é belo.Tenho muitos interesses e predisposição para estabelecer novos conhecimentos. As pessoas  dizem que sou  ….  uma brava pessoa ! ! !”
 ‘Guspinese di nascita, da una vita ad Alghero.Pittore per passione, autodidatta, ottimista , mi piace, strano a dirsi, tutto ciò che è bello.Ho tanti interessi e predisposizione a stabilire nuove conoscenze.Dicono che sono …. troppo togo ! !
  
UM POUCA DA  BIOGRAFIA DE CICI PEIS :
fonte : http://www.sardegnaminiere.it/schedacici.htm
Cici Peis nasceu em Guspini em 3 de Fevereiro de 51.  E aqui ele obteve um diploma em agrimensura.  Depois frequentou  dois anos de faculdade de engenharia e arquitetura em Florença , que interrompe para o serviço militar em Cagliari.
Escolhe  encontrar  um emprego fora da família  que o leva a  Porto Torres (SS), um dos maiores centros industriais da Sardenha e da Itália, onde ele foi contratado em 1974.
A fábrica tornou-se um laboratório de vida  onde cresce  conhecendo a si mesmo e,  ao mesmo tempo, a se relacionar com os outros .
Ele começa como um trabalhador no campo da fibra e assumiu o cargo de supervisor de turno em 83. Naqueles anos, faz  parte de organismos dirigentes até atingir o cargo de secretário provincial da Filcea CGIL.
Após o fechamento do setor de fibras , trabalha por 3 anos no setor de  logística e  assume o cargo de supervisor   depurador e incineração .
Mantem  portanto, há 29 anos, o peso de turnos de trabalho. A lista é uma das mais negativo da fábrica. Ela impõe aos trabalhadores, uma continua mudança dos ritmos vitais que  causa varias moléstias profissionais.
Cici Peis  desenvolve o seu  empenho sindical sem muito destaque” por continuar ligado a produção, a sua realidade difícil, mas certamente rica de motivação pelo crescimento do ponto de vista profissional e humano.
O compromisso político o levou a ser Secretário da seção da cidade de  Alghero da  Federação Democrática por quatro anos, até a unificação com o PDS dos Democratas de Esquerda-esquerda federalista Sarda e servir como secretário  organizativo. Atualmente, ele é secretário da seção Pertini e coordenador da cidade de  Alghero.
Esta atividade não impediu, mas reforçou  o gosto e interesse de cultivar sua paixão por desenho e pintura.Estas formas expressivas de emoções que  só a  “realidade assim como ela é vivida’   consegue animar e a elevar a arte,   atraído  desde criança.
 É então que Iride, a sua  irmã escritora sobre as  “Minas”, lhe dá de presente  uma paleta de  cores e pincéis encorajando-o a continuar a ouvir mais e mais aquele “sutil” desejo de ‘representar” a realidade.
Sua pintura é dirigida a todos que o rodeia: as paisagens coloridas, naturezas-mortas que “falam” por si mesmas.
Mas é sobretudo na representação de rostos de homens, mulheres e crianças que vivem na realidade de seu povo, que animam as diferentes cores de seus trabalhos,  e de seu odores nas diversas fases, que “ influenciam” a sua pintura. E  é no mundo da mineração, que os  traços decisivos de Cici Peis encontra a sua força vital.
 E sua pintura não é nunca “celebração” iconográfica, mas a representação profunda  de estados de  animo, de  momentos de luta vitoriosa, de trabalho interior, individual e coletivo. As  Cores tornam-se  a diversa “gradação” do sentir esta humanidade de minerador . E Não é por acaso  que ele tem este particular feeling com a sua irmã escritora. Ele representa com a pintura e o desenho, aquilo que Iride no entanto  exprime  com o livro . Não é uma coincidência que por sua irmã escritora tem um sentimento especial. Ele se manifesta através do pintura e o desenho,  assim como, Iride  se manifesta, através da escrita.
É um artista que desenha e pinta com foco na realidade do trabalho e na analise iluminada  apenas do seu caráter reflesivo e sério, que rejeita a “forma efêmera” por  uma “forma” que  transformando essa mesma “substância” elege o  seu domicilio  permamte  o qual observa minusiosamente, e quer apenas estar e  “ouvir”.
Ele já expôs em Guspini, Sassari, Alghero, Alghero, Torres Porto, Montevecchio, Milão, Canossa, recebendo aprezo e elogios em todos os lugares.
Suas obras fazem parte de inúmeras coleções particulares na Itália e no exterior.
Elaborou também diversos  trabalho com suas próprias pinturas para ilustrar poemas e histórias em livros Montevecchio (1991) e People of Mine (2002) por Iris Concas Peis.
Outras fontes de informação sobre o artista:
http://www.flickr.com/photos/cicipeis/
Muitas pinturas são visíveis nesse link
 ALGUNS VÍDEOS INTERESSANTES SOBRE A ARTE DE CICI PEIS.
http://www.facebook.com/l.php?u=https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fwatch%3Fv%3DULy9XQIhA_Y&h=QAQF8V91N
http://http://www.facebook.com/l.php?u=https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fwatch%3Fv%3DMpfydct9MYY&h=QAQF8V91N
http://http://www.facebook.com/l.php?u=https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fwatch%3Fv%3DUu3p1i65cp8&h=QAQF8V91N
http://http://www.facebook.com/l.php?u=https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fwatch%3Fv%3DZ0Udi8hkvUk&h=QAQF8V91N——————————————————————————————————————————————————————-
 TESTOS IN ‘ITALIANO:
Cari Amici,
 Blog Sardegna Sa Terra Mia in portoghese, ha lo scopo di diffondere non solo la cultura e la storia della Sardegna, ma mettere in evidenza anche le proprie città e i suoi personaggi locali . Così il blog cerca di far conoscere le proprie radici ai discendenti dei 6.013 sardi emigrati in Brasile nel secolo XIX , alla ricerca di una prospettiva di vita migliore.
Nelle Minas Gerais arrivarono quasi 500 persone dalla Sardegna, che, anche a caso scelse questa regione del sud-est del Brasile, tra cui i miei nonni paterni Sassaresi, trovando qui , per fortuna, un popolo accogliente e contadini che avevano un carattere simile, in termini di calore umano e lo stesso modo introverso dei sardi.
Oggi voglio presentare CICI PEIS , un pittore nato nella splendida città di Guspini, un comune della Sardegna, in provincia di Cagliari, che ama ritrarre la sua terra e la sua gente, alla fine, le proprie radici.
L’approfondimento è iniziato poco tempo fa, quando ho visto alcuni dei suoi dipinti e sono rimasta affascinata dal suo modo di essere un po’ Naif, che io amo appassionatamente, perche é un’arte che differisce dall’ accademico rigido e intellettuale, rispetto all’ingegno di coloro che dipingono con l’anima, come è il caso di questo artista che vi presento, nato con il genio e il dono di essere un artista.
Questa genialità, possiamo identificarla in diverse opere di Cici Peis Le caratteristiche notevoli dei grandi pittori, in particolare quelli nella prima fase del modernismo in Brasile, come la nostra favolosa Tarsila do Amaral e molti altri dello stesso movimento d’avanguardia.
Beh, questa è solo l’opinione di una persona non molto erudita in materia, a cui piace solo godere l’arte della bella pittura, senza alcuna intenzione di fare qualsiasi tipo di osservazioni di carattere tecnico ed è per questo che suggerisco questo link http:// www.medialabsonline.com / file / cici_peis_la_mia_sardegna_web.pdf, dove è possibile leggere alcuni commenti critici sull’arte di Cici Peis, pubblicati da critici italiani dell’arte pittorica, autorevoli come Alba Patane, nata a Rieti, nella Regione Lazio (Italia), con cui condivido la stessa opinione sull’artista Cici Peis.
“…. La sua pittura si occupa della vita e della natura. I pastori, i contadini, i pescatori e minatori, la forza irradiante, la forza della realtà per stimolare sensazioni, coinvolgendo lo spettatore nei ricordi di momenti della loro vita in gioventù …. “
Cici è la prova che si può essere un vero maestro, pur essendo un autodidatta ….
Alba Patane.
Fonte Blog SSTM in portoghese.
Nota moderazione
Dettori Lucinha
———————-
  UM POCO DA BIOGRAFIA DI CICI PEIS 
Cici Peis nasce a Guspini il 3 Febbr.’51 e qui consegue il diploma di geometra. Frequenta due anni di università, ingegneria a Cagliari e architettura a Firenze che interrompe per il servizio militare.
La scelta di trovare un lavoro fuori dagli ambiti famigliari lo conduce a Portotorres (SS), uno dei più grossi centri industriali della Sardegna e d’Italia dove viene assunto nel 1974 .
La fabbrica diventa il laboratorio dove crescere sperimentando se stesso e, nel contempo, il rapporto con gli altri.
Incomincia da operaio nel settore delle fibre e assume l’incarico di capoturno nell’83. In quegli anni fa parte degli organismi dirigenti del sindacato di categoria fino a ricoprire la carica di segretario provinciale della Filcea CGIL.
Dopo la chiusura del settore delle fibre lavora per 3 anni nel settore logistica e attualmente è capoturno al depuratore inceneritore.
Sostiene, quindi, da 29 anni il peso dei turni nel lavoro. La turnazione costituisce una delle caratteristiche più negative della fabbrica. Essa impone al lavoratore un continuo “cambiamento” dei ritmi vitali che è causa di vere e proprie malattie professionali.
Cici Peis svolge il suo impegno sindacale svolto senza “distacco” per restare legato alla produzione, alla sua realtà difficile ma certo ricca di motivazioni per la crescita dal punto di vista professionale e umano.
L’impegno politico lo porta ad essere Segretario Cittadino, ad Alghero, di Federazione Democratica per 4 anni fino all’unificazione col PDS nei Democratici di Sinistra-Sinistra Federalista Sarda e ricoprire il ruolo di segretario organizzativo. Attualmente è segretario della sezione Pertini e coordinatore del Cittadino.
Questa attività non ha impedito ma rafforzato il gusto e l’interesse a coltivare la sua passione per il disegno e la pittura. Queste forme espressive di emozioni che solo la “realtà così com’è vissuta” riesce ad animare e ad elevare ad arte, lo hanno attratto sin da bambino.
E’ allora che Iride, la sorella scrittrice “di miniera”, gli regala i colori e i pennelli incoraggiandolo a continuare, ad ascoltare sempre di più quel “sottile” bisogno del “rappresentare” la realtà.
La sua pittura è rivolta a tutto ciò che lo circonda: i paesaggi pieni di colori, le nature morte che prendono a “parlare” di sé.
Ma è soprattutto nella rappresentazione di volti, di uomini, donne e ragazzini che vivono nella realtà della sua gente, che la animano dei colori diversi dei loro mestieri, dei loro odori nelle varie fasi del lavoro, che la sua pittura riesce ad “incidere”. E’ nel mondo minerario che i tratti decisi di Cici Peis trovano la loro linfa vitale.
E la sua pittura non è mai “celebrazione” iconografica ma rappresentazione profonda di stati d’animo, di momenti di sconfitta o di lotta vittoriosa, di travaglio interiore individuale e collettivo. I colori diventano la diversa “gradazione” del sentire di questa “umanità” di miniera. Non è un caso se con la sorella scrittrice ha un feeling particolare. Egli rappresenta con la pittura ed il disegno  ciò che Iride esprime, invece, con il libro.
E’ un artista che disegna e dipinge  soffermandosi sulla realtà del lavoro e l’analizza illuminato solo dal suo carattere riflessivo e serio che ripudia la “forma effimera” per una “forma” che diventando essa stessa “sostanza” elegge il suo domicilio permanente in chi, scrutandola, vuole solo stare ad “ascoltare”.
Ha esposto a guspini, Sassari, Alghero, Fertilia, Porto Torres, Montevecchio, Milano, Canossa riscuotendo ovunque apprezzamenti e riconoscimenti.
Le sue opere fanno parte di numerose collezioni private in Italia e all’estero.
Ha collaborato con i propri dipinti ad illustrare poesie e racconti nei libri
Montevecchio (1991) e Gente di miniera (2002) di Iride Peis Concas.
 

– TANTI AUGURI DE BUONE FESTE – GRAZIE E ABBRATZU MANNU DI TUTTI DISCENDENTE DI SARDI IN BRASILE.

18 maio

Aprender italiano – Curso online de italiano do Prof.Bruno Benetti”- VIA SKYPE

                                Bem-vindo ao site ”http://www.studiocwd.com 

FOTO:  PROF. BRUNO BENETTI

Queridos amigos e simpatizantes da cultura sarda,

O blog  Sardegna Sa Terra Mia, tem a grata satisfação de apresentar um querido amigo e agora parceiro, prof. Bruno Benetti , natural de Bolzano-Italia e radicado no Brasil há vários anos.Tem sua residência fixa em São Paulo-Capital.

Ele tem sido um grande aliado e incentivador do trabalho que estou desenvolvendo em prol da divulgação das raízes sardas em Minas .

Com ele,  agora vocês podem  fazer um  curso de italiano com aulas particulares  on-line  via skype, com  um dos  melhores preços do mercado.

Então? está animado? está curioso? está com vontade di parlare italiano ?(falar italiano?) Então acesse http://www.studiocwd.com/skype.html para obter maiores informações e escolha o curso feito especificamente para você, com todo o material metodológico em arquivos PDF.

As aulas (individuais) são ministradas com preços especiais,PRA TODOS OS AMIGOS, DESCENDENTES E SIMPATIZANTES PELA CULTURA SARDA. APROVEITE ESTA BOA OPORTUNIDADE E VENHA CONHECER ESTE MODERNO METODO DE APRENDIZADO DO IDIOMA ITALINO.

Abraço afetuoso a todos

Lucinha Dettori

                                         Alguns bons motivos para fazer aulas de conversação online
                                                                         com Prof.Bruno Benetti.

São elas : Comodidade:

Está viajando no exterior, conecte-se e continue o seu aprendizado do italiano … parliamo!

No silêncio do seu escritorio ou da sua residencia; até nas férias ou feriados prolongados…parliamo!

– Você escolhe o argumento:

Quer só falar … ótimo, quer rever algumas regrinhas…ótimo…parliamo!

 Segurança:

nada de estacionamento, nada de engarrafamento, nada de stress, no horário que foi estabelecidoentre Você e o professor… parliamo!

– Rendimento (produtividade):

mais concentração,mais imersão no idíoma, sem embaraço (os erros ficam entre ele e você )..parliamo!

Como?

É necessario ter uma conexão a banda larga ou via cabo,baixar ou fazer download do Skype [clique no banner abaixo!] sistema de telefonia [gratuito]via internet, instalá-lo e pronto!

Então =:  Bem-vindo ao site:

HTTP://WWW.STUDIOCWD.COM

0**11 3223 3190 cel.0**11 8200 8445 (TIM)
cel.0** 11 69000728 (Vivo)
Skype user: profbenetti

Edição SSTM em português – Brasil

Por Lucinha Dettori